10/02/2019 - 16h03

Escândalo da vez no governo Bolsonaro envolve presidente nacional do PSL

Por Flávio Lúcio

Segundo o jornal Folha de São Paulo, dinheiro do fundo partidário destinado ao PSL, partido do presidente Jair Bolsonaro, foi parar nas mãos de uma candidata laranja.

A cúpula do PSL destinou R$ 400 mil para Maria de Lourdes Paixão, 68 anos, candidata a deputada federal na última eleição. Lourdes só teve 274 votos.

O dinheiro para a “campanha” de Lourdes só chegou na véspera da eleição, no dia 3 de outubro. E tudo foi gasto numa única gráfica.

A Folha procurou a gráfica no endereço informado na prestação de contas, mas não encontrou porque a gráfica não existe.

Procurada pelo jornal, Lourdes Paixão disse não se lembrar do nome do contador nem porque foi escolhida candidata

O atual presidente do PSL, Luciano Bivar, foi eleito deputado federal.

Comentários