30/10/2019 - 15h50

Líder de João Azevedo se oferece para ser vice em chapa apoiada por Luciano Cartaxo

Por Flávio Lúcio

Socorro Gadelha é uma das mulheres de confiança da dupla de irmãos Aguinaldo e Daniela Ribeiro.  Até dezembro de 2017, ela foi Secretária Municipal de Habitação de João Pessoa.

Depois disso, para atender a um chamamento dos irmãos Ribeiro, Socorro Gadelha deixou Luciano Cartaxo por Michel Temer e assumiu a Secretaria Nacional de Habitação, do Ministério das Cidades.

Em 27 de janeiro de 2018, depois de ficar quase um mês no governo de Jair Bolsonaro, Socorro Gadelha retorna ao lugar cativo que Aguinaldo e Daniela Ribeiro dispõem na administração cartaxista.

Hoje, enquanto concedia uma entrevista à Rádio Arapuã, a secretária recebeu, através do jornalista Luís Torres, elogios do líder do governo de João Azevedo na Assembleia, o deputado estadual Ricardo Barbosa.

Como elogios gratuitos são incomuns em política, quem escutava o programa certamente ficou com a impressão de que tinha algo subentendido na atitude do ex-cassista Ricardo Barbosa.

Mas, de maneira alguma esperava que o líder do governador deixasse de lado os escrúpulos e se oferecesse, em seguida, para ser o vice de Socorro Gadelha numa ainda improvável chapa apoiada pelo prefeito Luciano Cartaxo.

Tem gente perdeu a noção do ridículo e faz questão de demonstrar isso sempre que pode.

Ricardo Barbosa se fez de desentendido, mas ele sabe que o PSB, o partido ao qual o deputado é filiado, terá candidato a prefeito em João Pessoa, o principal reduto do PSB na Paraíba.

Portanto, a não ser que saia do PSB e tenha seu mandato reivindicado por infidelidade partidária, Barbosa fez apenas espuma hoje, demonstrando impaciência e afobação, isso a quase uma ano das convenções partidárias.

E se ele fez isso com conhecimento de João Azevedo, fica ainda mais evidenciado que o governador, apesar de jurar de pé junto toda vez que é perguntado que seu candidato a prefeito de João Pessoa é Ricardo Coutinho.

Azevedo nunca se interessou, portanto, pelos destinos do PSB, mas em confrontar Ricardo Coutinho, vetando que o ex-governador assumisse a presidência do partido, mesmo que, para fazer isso, faça alianças com adversários que, há menos de um ano, tentavam derrotá-lo nas urnas.

O aceno a Luciano Cartaxo é evidente, mas a afobação de Ricardo Barbosa mostra mais: mostra fraqueza e pequenez política.

A Paraíba não merece isso…

PS. Quem quiser conferir como Ricardo Barbosa se ofereceu para Luciano Cartaxo, veja o vídeo abaixo no Facebook a partir de 2h19m.

Comentários